Our Recent Posts

Archive

Tags

Seu filho é prestativo?

O ser humano é um ser social e é no relacionamento com o outro que ele próprio se desenvolve, descobre os limites de si mesmo, do outro e escolhe viver ou não em reciprocidade positiva.


A reciprocidade positiva ocorre quando respondemos a uma ação positiva com outra ação positiva.


Os pais são capazes e responsáveis por ensinar as condutas sociais, e uma delas é a reciprocidade positiva. Vou dar um exemplo: quando alguém lhe fala “bom dia”, respondemos “bom dia”. Você recebeu um afeto e em agradecimento, ou seja, reciprocidade, devolveu o afeto.


Hoje é possível acompanhar diversos artigos que relatam que muitas pessoas não se cumprimentam, pois existe a liberdade do: “faço o que tenho vontade, só faço o que eu quero”. Alguns dizem que o distanciamento das pessoas ocorre por conta da internet e ainda por causa da forma como foram educados pelos pais.


Recebo muitos pais que reclamam que quando pedem favores para os filhos os mesmos se recusam a ajudar, mesmo que seja um simples “por favor, desligue a TV”.


É importante deixar claro como você gostaria que ele agisse, devemos ser coerentes e claros nos comandos.


Os pais devem ensinar aos filhos a importância de serem prestativos.


Agora, tratando-se de um favor, é possível que seu filho aprenda a ser reciproco e lhe atenda, pois a partir dos quatro anos ele já compreende todo o afeto, atenção e cuidado que ele recebe dos pais, isso já é o suficiente para ele ser reciproco e empático. O “dar e receber” é ensinado e vivido a cada dia.


A reciprocidade é a base da empatia e da gratidão, não podemos abrir mão de algumas condutas sociais que irão gerar amor e compaixão.