Our Recent Posts

Archive

Tags

Eu não sou perfeito!

Aceitar que não somos perfeitos permite nos amarmos verdadeiramente. Se eu me aceito e identifico minhas imperfeições, poderei ver o mundo com muito mais tolerância.


Se sei que não sou perfeito entendo e aceito as imperfeições do outro, adéquo minhas expectativas e me aproximo das pessoas com amor, compaixão e empatia.


O mundo imaginário, onde idealizamos tudo, fantasiamos o mundo perfeito, só existe em nossos inconscientes e gera grandes conflitos quando não concretizados no mundo real.


Quando nascemos já carregamos o peso de ter que atender aos desejos e expectativas de nossos pais que foram projetados em seus inconscientes enquanto estávamos sendo gerados.


“No meio da chuva, sem capa nem pai nem mãe: Sujeito real.”

Antonio Cabral Filho


O desafio de viver uma vida feliz começa dentro da família pois buscamos em nossas relações realizar nossos desejos inconscientes não satisfeitos em nossa infância.


Os pais devem estar atentos e buscar compreensão sobre seus desejos projetados em seus filhos e nas necessidades reais deles, pois seu filho pode não gostar de futebol tanto quanto você gostaria que ele gostasse ou ainda, sua filha pode não se tornar a bailarina que você não foi.


Entenda que praticar a aceitação não significa ser negligente e permissivo com seus filhos mas promover uma educação democrática garantindo uma prática educativa positiva com reconhecimento, generosidade e afeto.