11 96081-0404

©2018 by Brace Psicoterapia e Mindfulness. Proudly created with Wix.com
Resp. técnica Fabiana Saes dos Santos Romano CRP SP 06/58588-01 | Brace Desenvolvimento Humano CRP SP 06-5606/J

Rua Alexandre Dumas, 1268, cj. 23 - Santo Amaro, São Paulo - SP, 04717-003, Brasil

Seguir

Contato

Endereço

Archive

Please reload

Please reload

Tags

Atitudes mindfulness para uma maternidade consciente

May 24, 2018

A maternidade pode desencadear diferentes emoções, como sentimentos de inadequação ou até mesmo culpa pois muitas mães tentam chegar a um padrão inalcançável de perfeição materna, lembram das lutas diárias que travam com os filhos, da pressa da vida moderna, do aborrecimento e da falta de tempo para apenas serem felizes.

 

A maternidade não é sobre como fazer tudo certo. É um mito dizer que as melhores mães são as que sacrificam tudo para suas famílias sem prestar atenção às suas próprias necessidades.

 

A chave para a maternidade plena e feliz pode ser através de mindfulness. As mães precisam estar conscientes de si mesmas.

Mindfulness nos ensina a recuar, tomar fôlego e reconectar com o momento presente.

 

É revigorante poder entrar em contato com o que está acontecendo segundo a segundo, com consciência, desapego e curiosidade. As mães que experimentam usar mindfulness no dia a dia se enchem de esperança e autocompaixão pois permitem ser como são, sem buscar um padrão correto mas com clareza e intenção de viver com aceitação e abertura para cada momento.

 

Baseado nas sete atidudes de mindfulness que Jon Kabat-Zin descreve em seu livro “Full Catastrophe Living: Using the Wisdom of Your Body and Mind to Face Stress, Pain, and Illness”, as mães devem:

 

1.     Não julgar, nem a si mesmo, nem seu filho. As mães costumam ser muito críticas consigo mesmas.

 

2.     Ter paciência e tolerância, lembre-se sempre que seu filho tem tempo próprio para se desenvolver.

 

3.     Ter a mente de principiante, isto é, viver cada situação como se fosse a primeira vez.

 

4.     Confiar e acreditar que o momento difícil vai passar, que seu filho pode estar vivendo um momento difícil bem como talvez você tenha vivido na idade dele.

 

5.     Não se esforçar. Não ultrapassar limites querendo resolver tudo para a família toda. Deixe seu filho ganhar autonomia realizando atividades que ele pode fazer por ele mesmo.

 

6.     Aceitar as situações como são permite entender o pouco controle que temos sobre as situações que vivemos com os filhos.

 

7.     Deixar ir e se desapegar de expectativas e ideias do filho ideal e a mãe perfeita. Poder enfrentar as emoções difíceis que permeiam a maternidade com tranquilidade, através das atitudes de mindfulness, permite uma vida com menos estresse e uma relação entre mães e filhos repleta de amor, bondade e compaixão.

 

Experimentem incluir essas atitudes na sua vida diária.

 

Que todas as mães estejam em paz, bem e felizes.

 

 

Please reload

Please reload

Our Recent Posts